Depoimentos dos pacientes

“Eu tinha um problema muito sério com ansiedade. Passava mal em entregas de trabalho. Chegava até a desmaiar, inclusive em sala de aula. Percebi que isso definitivamente não era normal e resolvi procurar tratamento. Conversando com Shirley Moraes, ela me sugeriu a hipnose por ser o tratamento mais rápido, já que eu tinha bastante pressa.

Saí da primeira seção me questionando se iria funcionar ou não... Mas fui percebendo que minha reação, em situações em que eu estaria arrancando meus cabelos, era outra. Já agia mais sobriamente. Desde minha segunda e última seção, eu já me sinto outra pessoa. Parece muito clichê, mas antes eu jamais me imaginaria cursando simultaneamente as matérias que atualmente curso e na tranquilidade em que estou. Agora preciso voltar para tratar meu pavor de baratas. =/ =/

Enfim, eu recomendo muito a hipnoterapia a pessoas que sofrem de ansiedade e de outros traumas como eu sofria”.

E.C 


“Em julho de 2014, me encontrava em um estado de profunda tristeza e melancolia. Não me sentia bem no ambiente ocupacional, estava estressada, ansiosa, chorosa, tinha medo de tudo. Não sentia vontade de trabalhar e tinha medo até de dirigir. 

Após perceber que esta situação estava afetando diretamente a minha vida profissional e interpessoal, procurei ajuda e fui orientada a participar de sessões de hipnoterapia. Ainda não conhecia a prática da hipnose, ainda assim, aceitei participar.  Em agosto, participei de algumas sessões, e os resultados foram surpreendentes: fiquei mais assertiva, focada, percebendo a vida de uma outra maneira, consegui alcançar metas e objetivos que havia criado, não tive mais medo. E o mais importante, a sensação de felicidade e aumento da autoestima  influenciaram positivamente no meu jeito de viver. Sou muito grata!”.

Clara 


 “Quando comecei a fazer as sessões de hipnose não estava muito confiante que daria certo, mas os resultados foram rápidos e incríveis, até a minha família notou a minha mudança. Tinha um trauma, um medo absurdo de um pequeno inseto chamado de "barata". Não aguentava nem ouvir fala o nome, pois acreditava que quando falasse, ela iria aparecer (e sempre aparecia!). Desde a infância, sempre dormia toda enrolada, mesmo de mosquiteiro. Dormir na casa de parentes era uma tortura porque nem todas as casas tinham mosquiteiros e isso veio se agravando cada vez mais. 

A barata já morava em meus sonhos, que se tornavam pesadelos. Sempre acordava no meio da noite achando que estava na minha cama, sacudia tudo e não conseguia dormir mais. E o barulho que eu sempre ouvia? Era um barulho insuportável. Meu pai não tinha descanso! Às vezes, ele sempre acordava com a minha agitação, e se realmente tivesse uma por ali, só ficava tranquila depois que a matassem.

Mas quando comecei a realizar as seções muitas coisas mudaram, passei a dormir com mais tranquilidade, e se sonhava com ela nem ligava mais e continuava dormido. Certo dia estava andando na rua com meu pai e consegui passar ao lado de uma barata sem correr, ou me desesperar, ou desviar o caminho. Outro dia, à noite, meu pai acordou com o barulho que eu fiz matando uma barata... Ele não acreditou. Acordou minha mãe e disse: Ela matou uma barata!

Posso dizer que hoje estou muito feliz por conseguir me livrar desse grande problema, e agradeço a Dra. Shirley pela ajuda e o excelente trabalho realizado comigo.”

F.

Cadastre-se e receba nossas Novidades